O que é e como conquistar tráfego orgânico?

tráfego orgânico

O tráfego orgânico nada mais é do que a visita que chega até os canais da marca de maneira espontânea, que não seja por meio de anúncios e outras estratégias pagas. Geralmente, ele é proveniente do Google e outros buscadores.

O marketing digital reúne várias estratégias que tem como missão atrair pessoas, mas se uma marca não souber trazer o público para perto dela e levá-lo até seus canais digitais, não terá os resultados que precisa.

Antigamente, uma empresa só conseguia chamar a atenção dos clientes por meio de estratégias pagas, mas a internet avançou muito e esse cenário evoluiu de maneira positiva.

Hoje em dia, qualquer negócio pode atrair visitas ao seu site sempre que precisar gastar dinheiro com anúncios ou comprar uma lista de e-mails. As estratégias orgânicas são mais baratas e geram tráfego orgânico, o que do ponto de vista do Google é valioso.

Por isso, ele se transformou no principal objetivo de muitas marcas que querem conquistar clientes e desenvolver um relacionamento positivo com sua audiência.

Para entender um pouco mais sobre o assunto, neste artigo, vamos explicar o conceito de tráfego orgânico e apresentar algumas dicas para colocá-lo em prática.

Tráfego orgânico: entenda o conceito

As visitas que um site ou o blog de uma empresa recebe são conhecidas como tráfego. O tráfego orgânico são as visitas espontâneas, que não são geradas por meio de anúncios.

Ele costuma ser proveniente de mecanismos de busca, como o Google, mas mesmo sendo muito mais em conta do que o tráfego pago, ainda envolve algum custo, além de levar um pouco mais de tempo para trazer bons resultados.

No entanto, ao investir em tráfego pago, um salão de micropigmentação sobrancelha masculina vai investir uma única vez para acolher resultados duradouros.

Logo, ao produzir um artigo para o blog, é necessário investir tempo e dinheiro, mas os resultados vão aparecer ao longo do tempo, podendo durar até mesmo anos, enquanto o anúncio só dura enquanto a empresa pagar por ele.

Além do tráfego orgânico, existem outros tipos de tráfego, e quem utiliza o Google Analytics já deve ter reparado que a ferramenta faz a comparação entre todos eles. Os outros tipos de tráfego são:

  • Pago;
  • Direto;
  • Social;
  • De referência.

O tráfego pago atrai visitantes por meio de anúncios, feitos no Google e em outras plataformas onde a audiência da marca está presente.

Quanto ao tráfego direto, nada mais é do que quando uma pessoa acessa o site diretamente, sem vir de um buscador ou qualquer outro endereço, e ele pode ser considerado como tráfego orgânico também.

Existe o tráfego social, que são acessos provenientes das redes sociais, como quando os usuários clicam em um link compartilhado e chegam ao site de uma empresa, como de limpeza fachada de vidro.

Por fim, o tráfego é de referência quando a visita é proveniente de um site que não seja um mecanismo de busca, como no caso dos backlinks que levam o visitante para um artigo do blog.

Como gerar tráfego orgânico

Para gerar tráfego orgânico para suas plataformas online e aproveitar todos os seus benefícios, é necessário investir nas estratégias certas. São elas:

1 – Focar na persona

Entender quem é o público-alvo do negócio é uma forma de descobrir o que precisa fazer para colocar o site na primeira página do Google.

Isso é óbvio porque quem vai acessar os conteúdos são pessoas, usuários da internet. Assim sendo, se a marca souber quem são eles, o que precisam e o que desejam, consegue direcionar melhor suas estratégias de marketing.

Quanto mais relevante o site for para essas pessoas, mais fácil será encontrá-la por meio do tráfego orgânico. Elas também precisam ter uma boa experiência na página, pois isso vai fazer com que voltem novamente.

Analisando sob esse ponto de vista, um fabricante de piso elevado área externa vai perceber que uma coisa está atrelada à outra. Deste modo, se tornar relevante para a persona é tão importante quanto para o Google.

2 – Encontrar boas palavras-chave

As palavras-chave são a base para uma boa estratégia de SEO (Search Engine Optimization), assim, crie uma estratégia para essas palavras, de cauda curta ou longa, escolhendo aquelas que sejam mais relevantes para o negócio.

A marca também deve usar ferramentas gratuitas que facilitam a pesquisa, sendo importante esclarecer que são elas que levam os usuários para o site da empresa.

Ou seja, são termos que as pessoas pesquisam para chegar ao canal da organização, por isso, representam um resumo da intenção de busca em palavras.

3 – Criar conteúdos relevantes

Outra estratégia de SEO muito importante são os conteúdos relevantes. Se uma empresa de instalação de tela proteção janela apartamento conhece sua persona sabe o que está buscando, a etapa em que se encontra e como gerar valor para ela.

Em resumo, a corporação tem tudo o que precisa para criar materiais realmente interessantes e relevantes para sua audiência.

Quando se fala em conteúdo de qualidade, nos referimos a materiais que atraem, engajam, convertem e fidelizam. Eles são totalmente focados no cliente e qualquer empresa que queira aumentar seu tráfego deve ter os consumidores como foco.

4 – Variar as plataformas de divulgação

A empresa pode inserir links nas redes sociais para divulgar conteúdos em seu blog, mas é possível fazer a mesma ação em outras plataformas.

Levar essas oportunidades de leitura para outros públicos facilita a vida deles e leva a empresa ao conhecimento de outras pessoas.

Elas vão conhecer o que seu negócio tem a oferecer, encontrar o que precisam e aprender um pouco mais com seus canais digitais.

5 – Gerar links externos para o site

Se o site de uma empresa de limpeza de estofados profissional tem autoridade e credibilidade perante os clientes e o Google, e começa a conquistar tráfego de referência, portanto, tráfego orgânico.

Uma forma de aumentar as visitas é descobrir os sites mais importantes para o público e se aproximar dessas plataformas para oferecer a criação de materiais gratuitos.

Essa troca é justa porque sua marca vai ceder o texto, e o site em questão vai fazer a publicação, linkando o conteúdo para a sua plataforma.

A empresa parceira terá como vantagem o fato de que não vai precisar contratar um redator para criar seus materiais, e em troca vai gerar links para o seu negócio.

Os links externos relevantes melhoram a maneira como o público enxerga a marca e ainda ajudam a posicionar melhor seu site nos mecanismos de busca.

6 – Investir em SEO

SEO é uma sigla para Search Engine Optimization e consiste em um grupo de estratégias que otimizam as páginas para que elas apareçam entre os primeiros resultados de pesquisa.

Uma empresa de pinturas em prédios pode começar a trabalhar com um conjunto de estratégias que ajudam o site a ser bem posicionado e encontrado por um número maior de pessoas de modo orgânico.

Existem várias ações que pertencem ao SEO, como no caso da produção de conteúdos relevantes, uso correto de palavras-chave e o design responsivo.

Design responsivo nada mais é do que criar uma plataforma que possa ser tranquilamente acessada, tanto por um computador quanto por qualquer tipo de dispositivo móvel.

As pessoas acessam a internet cada vez mais por meio de tablets e celulares, e o site responsivo organiza todos os elementos da página, conforme o tamanho da tela, para que o visitante tenha a melhor experiência.

Se o site de uma empresa de limpeza de condomínio for responsivo, será priorizado nos resultados de pesquisa, de acordo com um anúncio feito pelo próprio Google.

7 – Caprichar nos títulos

É muito importante escrever um meta título e uma meta descrição claros, objetivos e criativos, pois assim eles terão a capacidade de persuadir os visitantes e aumentar as taxas de cliques.

Para fazer isso, muitas empresas investem em copywriting e neuromarketing, pois são áreas de estudo que aumentam o potencial das estratégias e incentivam os usuários a acessarem o site.

8 – Estar presente nas redes sociais

Os usuários passam muito tempo nas redes sociais e esses canais precisam ser bem aproveitados por uma empresa de zeladoria e portaria para atrair tráfego orgânico.

A influência dessas plataformas é tão real que não é raro ver pessoas trocando portais de notícias por informações no Facebook e no Instagram.

Esses sites estão cada vez mais preocupados em aferir as informações compartilhadas pelos usuários, evitando a disseminação de fake news.

Sua empresa pode aproveitar o prestígio dessas plataformas para compartilhar conteúdos ricos, interagir com a audiência e conhecer um pouco mais sobre seu público.

Considerações finais

Vale a pena batalhar para ter tráfego orgânico, uma vez que ele melhora a credibilidade do negócio e posiciona o negócio como autoridade naquilo que faz.

Atrair as pessoas naturalmente é mostrar que sua empresa sabe se comunicar com os usuários, está sempre aberta ao diálogo e oferece um site confiável para todos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Marcações: