Brincar é uma característica humana, a novidade desta geração é brincar utilizando computadores e transmitir tudo pela internet, o nome complicado de se pronunciar em nossa língua é “streaming”. Leia a matéria e saiba tudo sobre isto e em como os jovens estão fazendo dinheiro com isto.

Brasilia 01/10/21  |  Tempo de leitura: 3min

A cada nova geração as brincadeiras criadas pelas pessoas mudam de forma e de intensidade, se no passado o esforço físico era mais valorizado, hoje podemos citar o reforço da característica estética nas brincadeiras, não que no passado a estética das brincadeiras também não influenciaram.

Acabei por pesquisar a origem e a necessidade das brincadeiras para a nossa espécie, junto a sites de psicologia, claro leitor, que antes de você acreditar em tudo que está escrito, recomendo que você faça a sua própria pesquisa sobre o assunto e sempre trate de psicologia com especialistas, se for o caso do seu interesse em obter uma informação mais precisa possível.

Segundo a minha consulta, obtive: “As brincadeiras ajudam na socialização com outras crianças, auxiliam elas a ter paciência esperando a sua vez de jogar, estimula a psicomotricidade e lateralidade nos jogos que exigem atividade física, favorece no aprendizado da linguagem falada e escrita, pode estimular no treino de operações matemáticas e lógicas, cada brincadeira pode oferecer um tipo de benefício no desenvolvimento da criança, de acordo com a natureza de cada brincadeira.”

Brincadeira é um tipo de treino, onde se obtém foco total

Foco é a palavra chave nas brincadeiras, e foco total gera um intenso estímulo nas pessoas, como tratado em livros, um que recomendo sobre o assunto é o livro de título “Foco” de Daniel Goleman, “A atenção e seu papel fundamental para o sucesso”.

Neste livro, Goleman alerta para como o foco gera uma sensação de prazer para quem os exercita, porque justamente é o exercício do foco que acaba ampliando as nossas capacidades cognitivas relacionadas. Quem presta mais atenção com o que se está fazendo, obtém maiores chances de sucesso.

Então, ao contrário do que se imagina, partindo do princípio do senso comum, que jogar seria uma total perda de tempo, pelo oposto, se comprova pelas mão dos cientistas, que jogar faz bem, brincar é essencial, e participar de games é um instrumento educacional.

Agora, que tipo de instrução poderia se obter dirigindo um caminhão virtual? A resposta seria sobre a capacidade de convivência e seguimento de regras. Empresas de transportes de veículos, já estão aplicando essas técnicas de treinamento para novos motoristas, permitindo que invistam um tempo da jornada de trabalho, justamente brincando em ambientes virtuais de estradas operando veículos pesados.

É uma brincadeira séria isto, onde o jogador mais qualificado, e que pratica o jogo de forma on-line, transmitindo suas ações com frequência pela internet, pode receber pagamento pela sua performance, por conta de anúncios promovidos durante o jogo ou até mesmo vendendo itens para outros participantes do jogo.

Os fãs compram de tudo, a maioria dos itens vendidos pelos streamers mais famosos, são itens visuais, como adesivos para se aplicar em caminhões virtuais, onde seus donos também são motoristas de caminhões de cargas virtuais, que se seguem pela internet.

Games de transportes, formam os novos motoristas

Entrevistei o diretor da empresa de mudanças df, Marco da Silva, que também é meu cliente, no campo do marketing digital, que opera a muito tempo no ramo de transportes de mudanças residenciais e empresariais, perguntei a ele, será que é verdade isto, que os melhores motoristas também são gamers?

A resposta que obtive não foi a do tipo taxativa, mas Marco, afirma que convive bem com a nova geração de motoristas que disputam as vagas para motoristas abertas pela sua empresa de operação de caminhões, e salienta que “motoristas profissionais podem ser bons gamers também, mas não é um requisito para o trabalho”.

Já na opinião das auto escolas especializadas em treinar os novos motoristas para veículos pesados, os professores já estão notando diferenças entre alunos que praticam a direção virtual dos que não praticam, quem chega do mundo dos games praticamente conhece tudo sobre a legislação vigente, e respeita mais as regras.

Acaba que o game, por proporcionar um foco total, também é educativo e ensina por meio da brincadeira, então existe uma eficiência aplicada para quem aprende a dirigir por meio de um jogo digital na direção de veículos pesados.

Direção de veículos pesados em games, acelera o aprendizado

E o jogador que opera on-line, recebe centenas e às vezes milhares de respostas de seus fãs durante o jogo, então o gamer além de obter foco total compartilha sua experiência de direção, recebendo incentivo de outros jogadores e admiradores, reforçando o aprendizado por meio de incentivo continuado.

Como citado anteriormente, o jogador de games mais avançado, também obtêm renda através de sua transmissão. A renda é obtida de várias formas, e incentivada pelas plataformas onde são transmitidas, todos podem participar, observo que a maioria dos motoristas virtuais são muito jovens, e de todos os gêneros.

Aparentemente no mundo virtual o preconceito é bem reduzido em comparação com o mundo real, então os jogadores se soltam, se fantasiam, mudam o tom de voz, se maquiam e tudo está bem, todos que participam se aceitam como iguais, e toca a brincadeira para frente.

Então o universo dos games está muito ligado ao campo da fantasia, e muitos gamers também se vestem como seus personagens de games, de forma colorida, muitos sem gênero definido, para estes mais fantasiados são chamados gamers “cosplay”, que é isto, quando o jogador de um game, veste o seu uniforme, se diferencia na plataforma que exibe seu visual os outros espectadores, o que acaba arregimentando mais fãs, possivelmente aumentando a sua renda.

Ficou interessado pelo assunto? Quer participar de um streaming de direção de caminhões, é bem fácil começar, acesse a aba de gamers no Facebook, escolha o seu streamer preferido e comece a segui-lo, interaja com a apresentação, faça perguntas, confira os dados desta matéria com as informações de quem pratica o streaming.

Se preferir bole o seu visual, vista o seu uniforme e viva a sua fantasia livremente pela internet. Se puder receber um pagamento por isso melhor ainda, não é mesmo?

Ronaldo Luís Gonçalves

Pai, Marido, Escritor, Engenheiro de Software, Empreendedor Digital atuando no mercado de marketing, é também redator de diversos sites na internet.

Categorias: Blog