3 dicas de engajamento para captar novos leads

lead

Ter uma empresa realmente bem-sucedida e capaz de se manter crescendo é algo cada vez mais difícil no mercado atual. Para isso, um passo fundamental é compreender o poder do engajamento no esforço de captação de novos leads.

De fato, há vários assuntos e estratégias que se interpenetram aqui, mostrando como o assunto pode ser desafiador. Por outro lado, boa parte dele também é intuitivo, sendo que é natural uma empresa acabar descobrindo esse caminho com o tempo.

O problema é que esse “com o tempo” não pode ser tão espontâneo assim, pois exige processos conscientes de racionalização e definição de estratégias. Também assim, não pode demorar tanto, pois a concorrência tem sido cada vez maior.

Basta imaginar o caso de uma empresa que lida com fechamento de sacada com vidro. Se você pesquisar essa solução nos motores de busca, verá que em poucos segundos surgirão dezenas ou centenas de resultados, muitos deles customizados.

Ou seja, se você pesquisar pelo celular, os resultados virão personalizados com sua demanda, mostrando qual é o negócio mais próximo de você que presta esse serviço, facilitando sua ida até lá e sua contratação ou compra.

Com uma competitividade tão acirrada, fica difícil uma empresa deixar seu crescimento acontecer de modo espontâneo, sem nenhum compromisso com um Plano de Negócios bem detalhado e, até certo sentido, bastante ousado.

Além disso, já não é só a concorrência que apresenta seus desafios, podendo deixar sua marca para trás e fazer com que ela pare de crescer ou mesmo fracasse. Também a clientela tem se mostrado cada vez mais exigente.

É justamente aí que entra a questão do engajamento verdadeiro e da presença nos meios digitais. Nos dias de hoje, já não basta simplesmente ter um website institucional, com endereço, telefone e demais dados para contato.

Isso quer dizer que, se estamos falando de uma empresa de equipamento tampografico, ela pode lançar mão de vários outros esforços no sentido de fazer com que os leads e clientes em potencial desenvolvam um interesse por sua marca.

Na verdade, os visitantes e leitores de seu site só vão se tornar um lead propriamente dito (alguém que deixa deliberadamente seu nome e dados para contato), se a sua presença digital for forte o suficiente para garantir esse interesse.

Além do site, o marketing digital se tornou um oceano de possibilidades, que inclui também o blog, os motores de busca e as redes sociais, entre outras plataformas. Assim, é possível criar conteúdos que vão gerar engajamento no melhor sentido do termo.

Também existe um conceito importante aqui, que é o de métrica de vaidade, o oposto do engajamento. Consiste no fato de que seu blog pode até ter bastante visitação, ou suas postagens nas mídias sociais podem ter bastante curtida.

Mas se tudo isso não contribui para um crescimento sério, sólido e sustentável, não vai adiantar de nada. Dito de outro modo, se seus esforços de marketing digital não aumentam as vendas, o faturamento e a lucratividade, de que eles adiantam?

Portanto, é melhor que uma oficina de funilaria e pintura carros antigos tenha um pouco menos de visitas e curtidas, mas que isso converta bem os clientes necessários, do que fazer muito barulho e ter muito número, mas sem resultados consistentes.

Por essa razão específica e abrangente é que se tornou fundamental falar sobre como captar novos leads e desenvolver um engajamento verdadeiro. Tal como vamos fazer aqui, explorando as 3 melhores dicas sobre este assunto.

Além disso, também vamos contextualizar esse tema dentro de sua conjuntura maior, pois focar nele sem ampliar o tema é outro problema muito comum nessa área. Isso porque engajar é algo que faz parte de todo um funil de vendas maior.

Ou seja, trata-se de compreender que o cliente não se torna um consumidor fiel e satisfeito da noite para o dia, mas sim, após um conjunto de esforços e toda uma jornada de compra que é composta de vários estágios diferentes.

Por isso é que o marketing digital não se resume a ter um site ou pagar para ele aparecer com destaque. Na verdade, é preciso compreender o engajamento como algo que começa na pré-venda e se desenvolve até depois, no pós-venda.

Aí é que uma marca de camiseta polo feminina uniforme pode realmente deixar sua marca em seu segmento, começando a ocupar seu espaço, afastando a concorrência para conquistar a clientela e fazer a diferença.

Portanto, se o seu grande desejo agora é justamente mergulhar de cabeça nesse modo de se tornar um líder de mercado no seu nicho, com isso aumentando seu engajamento e seus resultados gerais, então é só continuar na leitura até o fim.

O que são os leads?

Até aqui já ficou claro que se trata de contatos comerciais em potencial. Ou seja, é aquele endereço de e-mail ou número telefônico que seu cliente deixou deliberadamente em seu portal digital, seja o site, blog ou perfil nas redes sociais.

Naturalmente, todo mundo já deve ter ouvido falar que é possível comprar uma lista com centenas ou milhares de leads, que é o que se chama de “lista fria”. Contudo, essa prática não é aconselhável, além de ser o oposto do engajamento real.

Basta imaginar as vezes em que você já recebeu um e-mail de uma empresa que você nem conhecia, provavelmente falando de um produto ou serviço que não desperta seu interesse.

Talvez você tenha até pensando em denunciar a empresa que disparou o e-mail. Se isso acontecer, a marca chega a ser penalizada ou mesmo banida pela provedora de e-mail.

Portanto, se um negócio de tela de proteção para aves quer crescer no meio digital, é preciso captar seus próprios leads, conquistando a atenção dele, depois o engajamento e, enfim, a confiança, para que ele se torne cliente.

Os estágios mais comuns para isso costumam ser estes:

  • Geração de conteúdo;
  • Investimento em anúncios;
  • Captação dos leads;
  • Nutrição desses contatos;
  • Negociação de venda;
  • Fechamento e fidelização.

Neste sentido, podemos definir o lead como sendo um contato que uma empresa conquista como chance de passar a se comunicar com ele. É como um voto de confiança que uma pessoa nos dá, então não podemos desperdiçar essa chance.

Daí que você tenha que montar seu próprio banco de leads, conquistando um por um, em vez de comprar ou tentar qualquer outro atalho que alguns prometem, sem pensar nas consequências de médio e longo prazo.

1. Desenhe o funil de vendas

Falamos sobre o funil de vendas, mas é necessário que você compreenda até onde exatamente vai sua importância e como implementá-lo na prática.

O grande segredo para engajar seus leads e captar cada vez mais contatos comerciais é ter uma visão abrangente desse processo, coisa que o próprio cliente muitas vezes não tem.

Afinal, quando ele entra no seu blog ou no perfil das redes sociais, não necessariamente ele entende que sua presença ali está focada em fazer e fidelizar clientes.

Mas é preciso que você tenha essa clareza. Portanto, se você lida com o serviço de adesivar carro propaganda, precisa se colocar no lugar da sua clientela, desenhando estratégias de venda que façam sentido para ela, por meio do funil.

Considere que hoje não existe apenas a prospecção ativa, de fazer vendas explícitas falando sobre preços e prazos arrasadores. Há também a prospecção passiva, do marketing de conteúdo que vamos detalhar abaixo.

Portanto, é preciso ter paciência e ver o cenário como um todo, criando uma relação ou jornada que não seja imediatista. E que, por isso mesmo, vai gerar um bom engajamento, que nada mais é do que uma comunicação de qualidade.

2. O marketing de conteúdo

Quando dizemos que o marketing de conteúdo é uma prospecção passiva, estamos remetendo ao fato de que ele consiste em dar algo e esperar um resultado, em vez de tentar forçar esse resultado.

Para tanto, uma marca precisa gerar conteúdos originais, de qualidade e que realmente gerem valor nas pessoas que consomem esse conteúdo.

Por isso, hoje em dia, temas do tipo “x motivos para usar tenda eventos” fazem tanto sucesso. Afinal, é o tipo de coisa que realmente auxilia a pessoa que está lendo sobre o assunto, de modo prático e didático.

Existe até o caso daqueles que talvez nem saibam que sua solução existe. Então, se for um serviço ou produto mais disruptivo, como aqueles que estão chegando no Brasil agora, você pode criar artigos, posts, vídeos e até lives ou podcasts esclarecendo tudo.

3. Invista em tecnologia

Por fim, depois de entender a natureza dos leads e do contato comercial, bem como as etapas da captação e da nutrição deles, além do diferencial que um bom conteúdo pode trazer, considere melhorar o seu processo.

Investindo em tecnologia você torna o esforço mais fácil para si e mais agradável para o cliente da área de janela de vidro, como implementando um CRM (Customer Relationship Management).

O que esse programa faz, precisamente, é a Gestão de Relacionamento com o Cliente. Isso ajuda a arquivar os dados do lead, registrando cada histórico da relação com ele, bem como os e-mails, mensagens e ligações já feitas.

Considerações finais

Com isso, chegamos ao fim, deixando claro que os leads são um contato comercial mais complexo e mais promissor do que muitos imaginam.

Além de ter aprofundado as melhores dicas que podem ajudar no engajamento com eles, captando mais contatos e convertendo-os em possibilidades reais e vantajosas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Marcações: